Publicidade

Estado de Minas TRÍPOLI

Líderes líbios aprovam mecanismo executivo interino, diz ONU


19/01/2021 14:03

Os enviados líbios para as negociações apoiadas pelas Nações Unidas para encerrar quase uma década de guerra votaram nesta terça-feira (19) a aprovação do mecanismo de escolha de um executivo interino para governar até as eleições em dezembro, informou a ONU, que o descreveu como "um importante passo adiante".

A Líbia está dilacerada pela guerra civil desde o levante, apoiado pela OTAN, que derrubou Muamar Gadafi em 2011, com uma série de milícias ocupando o vazio e corpos civis lutando para impor sua autoridade.

No entanto, as negociações realizadas na cidade suíça de Genebra reuniram 75 delegados - selecionados pela ONU para representar uma ampla gama de eleitores - no Fórum de Diálogo Político da Líbia (LPDF).

Um total de 73% apoiou a proposta.

A ONU está "finalizando o procedimento de nomeação" e um cronograma eleitoral, acrescentou.

O governo do Acordo Nacional (GNA) reconhecido pelas Nações Unidas controla Tripoli e a maior parte do oeste, enquanto uma administração rival dominada pelo homem forte militar, o marechal Khalifa Haftar, controla Bengasi e o leste do país.

Na complexa guerra líbia, os dois lados receberam um amplo apoio de potências estrangeiras.

Um frágil cessar-fogo entre ambas as partes, acordado em Genebra em outubro passado, foi mantido em grande medida, apesar das ameaças de Haftar de retomar os combates.

A ONU estima que ainda há cerca de 20.000 efetivos de forças estrangeiras e mercenários na Líbia ajudando as facções opostas.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade