Publicidade

Estado de Minas MADRI

Nevasca semeia o caos e mata pelo menos três pessoas na Espanha


09/01/2021 17:54 - atualizado 09/01/2021 18:07

Uma tempestade de neve que deixou pelo menos três mortes paralisou parte da Espanha neste sábado (9), especialmente Madri, com centenas de motoristas bloqueados, o aeroporto fechado e esquiadores e trenós nas ruas, em um momento em que não se vislumbra uma melhora das condições climáticas.

A neve deixará lugar a gelo e frio em grande parte do centro do país, segundo meteorologistas, após 36 horas de fortes chuvas, algo nunca visto em meio século, e causadas por uma tempestade batizada de 'Filomena', vinda do Atlântico.

"Vamos evitar viagens e seguir as indicações dos serviços de emergência. Vamos permanecer muito vigilantes", tuitou o primeiro-ministro Pedro Sánchez, que saudou o trabalho de "profissionais que procuram socorrer pessoas presas pela neve".

"Apesar das condições climáticas extremamente difíceis, o número de incidentes é relativamente limitado, mas lamentamos as mortes de três pessoas", disse Fernando Grande-Marlaska, ministro do Interior da Espanha, em entrevista coletiva. Uma das vítimas é um homem que foi encontrado sob a neve em Zarzalejo, noroeste de Madri, informou o ministério.

Por sua vez, o Rei e a Rainha de Espanha comunicaram a sua "dor" na mesma rede social e expressaram a sua "preocupação" ao saber do número de vítimas da tempestade, pedindo "máxima vigilância contra os riscos do gelo e da neve".

De acordo com o Ministério do Interior, quase 20.000 quilômetros de 650 estradas e pontes foram afetados por problemas de tráfego.

O ministro insistiu que "as nevascas vão se tornar congelantes" nos próximos dias e que temperaturas de até -10 graus estão previstas para a próxima semana.

Na capital, que não via tanta neve desde 1971, esquiadores, e até um homem em um trenó puxado por cinco cães, foram vistos na famosa praça Puerta del Sol.

"A situação é extremamente grave" em Madri, alertou o prefeito José Luis Martínez Almeida no Twitter, exortando os moradores a não saírem de casa.

"Estamos trabalhando para liberar o acesso aos hospitais o mais rápido possível, mas é um pouco complicado enquanto continua nevando", explicou o prefeito à emissora La Sexta, afirmando ter obtido o apoio do exército desde sexta-feira.

A unidade militar interveio em vários eixos rodoviários com seus caminhões limpa-neves, auxiliando os motoristas presos na neve. De acordo com os serviços de urgência da região de Madri, cerca de 2.500 veículos foram libertados na manhã deste sábado.

Todos os estabelecimentos de ensino, desde jardins de infância a universidades, estarão fechados nas próximas segunda e terça-feira. Na capital, o serviço de ônibus público foi suspenso, assim como a coleta de lixo. Além disso, o aeroporto internacional de Barajas foi fechado desde a noite de sexta-feira e continuará sem voos até o meio-dia de domingo.

O metrô da capital permanecerá aberto por toda a noite para ajudar a população a se locomover.

- Jogos adiados -

A partida válida pelo campeonato espanhol de futebol entre Atlético de Madrid e Bilbao foi adiada indefinidamente, pois o avião que transportava o time basco não conseguiu pousar.

"Diante da situação provocada pela tempestade Filomena", todos as viagens de trem que chegavam ou saíam de Madri foram canceladas, disse a empresa ferroviária nacional Renfe, enquanto pelo menos duas linhas de metrô tiveram seu tráfego interrompido na capital.

A neve também interrompeu o tráfego em cerca de 400 estradas, de acordo com a autoridade de transporte.

Além de Madri, Aragão, a região de Valência e a de Castela-La Mancha e Catalunha são as áreas mais atingidas por esta tempestade devido à interação entre um fluxo de ar muito úmido e relativamente ameno vindo do sudeste e uma massa de ar muito fria.

No total, 36 das 50 províncias da Espanha são afetadas por alertas de diferentes níveis.

A Catalunha proibiu a circulação de veículos pesados de mercadorias, assim como Castela-La Mancha, que indicou ainda que 1.300 caminhões estão estacionados em várias áreas da região.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade