Publicidade

Estado de Minas WASHINGTON

EUA anuncia novas tarifas a produtos franceses e alemães


30/12/2020 22:41

Os Estados Unidos anunciaram nesta quarta-feira (30) que vão impor tarifas suplementares sobre produtos franceses e alemães, em retaliação a outros impostos da União Europeia que Washington considera excessivos e injustos.

Washington criticou a UE por estabelecer um imposto muito alto sobre os produtos norte-americanos, de acordo com uma declaração do Representante de Comércio dos Estados Unidos (USTR).

E, consequentemente, o governo americano anunciou que, como retaliação, peças de reposição para aviões, vinhos não espumantes e conhaques franceses e alemães serão acrescentados à lista de produtos precificados desde 2019, no contexto de um conflito relacionado às ajudas públicas às empresas de construção aeronáutica Airbus e Boeing.

A UE foi autorizada este ano pela Organização Mundial do Comércio (OMC) a impor direitos aduaneiros adicionais sobre os produtos oriundos dos Estados Unidos. Washington, porém, acredita que foi prejudicado pelo método de cálculo escolhido, tanto pelo período de referência, quanto pelo âmbito geográfico escolhido pelos europeus.

"Para implementar suas tarifas a UE utilizou dados de um período em que os volumes de comércio foram significativamente reduzidos devido aos terríveis efeitos da covid-19 sobre a economia global", criticou a USTR em comunicado.

"O resultado foi que a Europa impôs tarifas sobre muito mais produtos do que teria sido coberto se tivesse usado um período normal. Embora os Estados Unidos explicaram à UE o efeito de distorção do período escolhido, a UE se recusou a mudar sua abordagem", continuou.

Portanto, Washington anunciou que vai modificar "seu período de referência para alinhá-lo com o utilizado pela União Europeia e afirmou que a UE "tomou outra decisão que aumentou injustamente o montante" dos direitos aduaneiros cobrados, ao excluir o Reino Unido do seu cálculo.

Washington acredita que o bloco europeu "deve tomar medidas para corrigir essa injustiça".

Desde 2019, os Estados Unidos impõem tarifas punitivas sobre as importações europeias de produtos como vinho, queijo e azeite ou uísque escocês, além de 15% de impostos sobre aeronaves Airbus.

Em retaliação, a UE aplicou tarifas adicionais este ano de até 4 bilhões de dólares em produtos importados dos Estados Unidos.

BOEING

AIRBUS GROUP


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade