Publicidade

Estado de Minas JOANESBURGO

Unicef: 250.000 crianças de Moçambique fugiram da violência jihadista


23/12/2020 10:55

Quase 250.000 crianças estão entre os deslocados que fugiram da violência e das catástrofes no norte de Moçambique, informou a Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

"Quase 250.000 crianças foram deslocadas pelo agravamento da crise na província de Cabo Delgado, norte de Moçambique, e estão expostas ao risco de doenças fatais com a aproximação da época das chuvas", afirma um comunicado.

"Em menos de dois anos, as crianças e as famílias de Cabo Delgado enfrentaram um ciclone devastador, inundações, secas, dificuldades socioeconômicas ligadas à pandemia de covid-19 e ao conflito protagonizado pelos grupos jihadistas que operam na região", resumiu Henrietta Fore, diretora geral do Unicef.

Um total de 570.000 pessoas fugiram da violência exercida pelos grupos armados, segundo o governo de Moçambique. O conflito deixou 2.400 mortos, mais da metade deles civis, segundo a ONG ACLED, que cita mais de 700 ataques desde outubro de 2017.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade