Publicidade

Estado de Minas

Aumento do déficit orçamentário leva Arábia Saudita a cortar gastos


15/12/2020 21:31

A Arábia Saudita, muito afetada pela crise sanitária e a queda dos preços do petróleo, anunciou um déficit orçamentário de 79 bilhões de dólares em 2020, pouco mais do dobro do déficit anterior.

"Está previsto que o déficit orçamentário aumente para 298 bilhões de riais no fim de 2020, e prevemos reduzi-lo até o fim de 2021 a 141 bilhões de riais (37 bilhões de dólares)", indicou o Ministério das Finanças nesta terça-feira. A maior economia do mundo árabe e principal exportadora de petróleo cortará gastos em 7% ao ano, até alcançar 260 bilhões de dólares em 2021, segundo o comunicado.

Em dezembro de 2019, o reino havia previsto uma alta do déficit orçamentário de cerca de 50 bilhões de dólares, em um contexto de queda dos preços do petróleo. O déficit em 2019 foi de cerca de 35 bilhões de dólares.

O reino prevê um crescimento de 3,2% em 2021, após uma contração econômica antecipada de 3,7% em 2020, segundo o comunicado do ministério. "Este ano foi difícil em nível mundial e tiveram que ser tomadas medidas e iniciativas excepcionais", declarou o rei Salman, assinalando que o orçamento de 2021 "dará prioridade à proteçao da saúde dos cidadãos e dos residentes e à sua segurança. Os esforços continuarão para conter os efeitos desta pandemia."


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade