Publicidade

Estado de Minas

Alemanha cria 'reserva' de urgência ante futuras crises sanitárias


30/11/2020 13:54

A Alemanha criará uma "reserva" de emergência com material distribuído por todo seu território, incluindo máscaras, respiradores, roupas de proteção e medicamentos, para enfrentar futuras crises de saúde.

O governo de Angela Merkel vai mobilizar um bilhão de euros em 2021 (em torno de US$ 1,195 bilhão) para constituir esta "reserva", que lhe serviria para enfrentar os primeiros meses de uma crise sanitária.

Equipamentos de proteção, máscaras, medicamentos, ou respiradores serão armazenados em 19 locais em toda Alemanha, anunciou o ministro da Saúde, Jens Spahn, nesta segunda-feira (30), após um conselho de ministros dedicado à pandemia covid-19.

Esta reserva permitirá que a Alemanha esteja coberta durante o primeiro mês, em caso de uma nova pandemia, e garantir o fornecimento de novo material por parte dos fabricantes locais durante os cinco meses seguintes.

"É algo caro de manter, mas, em caso de crise, é mais barato e, sobretudo, mais eficaz", justificou o ministro, ao confirmar que está em curso a coordenação em nível europeu a este respeito.

Esta "reserva nacional de emergência" estará pronta em 2023.

Considerada um bom exemplo de gestão da pandemia, a Alemanha tem um milhão de casos de contágio por covid-19. Em março, também teve de lidar com a falta de material, principalmente máscaras.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade