Publicidade

Estado de Minas

Várias prisões após nova manifestação da oposição em Belarus


22/11/2020 10:37

A oposição bielorrussa se manifestou novamente neste domingo (22) contra o presidente Alexander Lukashenko, que enfrenta um desafio sem precedentes desde sua controversa reeleição em agosto, e várias dezenas de manifestantes foram detidos.

Dezenas de milhares de pessoas, segundo uma jornalista da AFP, marcharam por diferentes bairros de Minsk, a capital do país, cantando "Viva Belarus!" e erguendo bandeiras vermelhas e brancas, as cores da oposição.

A polícia, com veículos blindados e canhões de água com pressão, estava a postos na cidade desde antes do início dos protestos.

Ao menos 70 manifestantes foram presos pela polícia, segundo o centro de defesa dos direitos humanos Viasna. Usuários das redes sociais postaram vídeos de confrontos com a polícia antidistúrbios dentro de pátios de edifícios.

A líder da oposição bielorrussa, Svetlana Tikhanovskaya, exilada na Lituânia, elogiou o protesto deste domingo como um novo passo para uma "Balarus livre e justa", em uma mensagem de apoio aos manifestantes publicada no sábado na rede social Telegram.

"Não se pode transformar o país em uma prisão se ninguém teme os carcereiros", acrescentou.

Antes da manifestação, pelo menos dez estações de metrô foram fechadas e houve bloqueio no trânsito, constatou uma jornalista da AFP.

A oposição bielorrussa exige a renúncia de Lukashenko, reeleito para seu sexto mandato em agosto, apesar das acusações em massa de fraude.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade