Publicidade

Estado de Minas

Multidão comparece ao funeral de clérigo radical no Paquistão


21/11/2020 10:49

Milhares de pessoas foram às ruas de Lahore, ao leste do Paquistão, neste sábado (21) para se despedir do fundador de um partido islamita radical, instigador da ira contra a França e outros países ocidentais pela divulgação de caricaturas de Maomé.

As autoridades não forneceram números, mas observadores locais calculam que havia várias centenas de milhares de pessoas, a maioria sem máscara, apesar de ser obrigatória no Paquistão para conter a segunda onda da pandemia de coronavírus.

Khadim Hussain Rizvi, de 54 anos, fundador do importante movimento islâmico extremista Tehrik-e-Labbaik, morreu na quinta-feira em um hospital, após sofrer graves problemas respiratórios e febre. As causas de sua morte são desconhecidas, já que não realizou um teste para saber se estava infectado com coronavírus e uma autópsia.

Várias autoridades públicas, entre elas o primeiro-ministro Imran Khan, enviaram uma mensagem de pêsames à família do clérigo, o que mostra sua influência na sociedade do Paquistão.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade