Publicidade

Estado de Minas

Cobertura da AFP sobre as eleições americanas


30/10/2020 18:19

Após apresentarmos o que está em jogo nas eleições americanas e seu contexto em um longo dossiê de apresentação, a AFP estará fortemente mobilizada na cobertura do dia da votação, em 3 de novembro, à noite e nos dias seguintes.

Quem quer que seja o vencedor, serão dias que vão marcar a história dos Estados Unidos.

Durante essa noite, a AFP vai trabalhar de sua redação, no centro de Washington, onde o trabalho voltou a ser presencial em setembro com medidas sanitárias muito rigorosas. Mais de cem jornalistas serão mobilizados em Washington, em todos os escritórios da AFP nos Estados Unidos - de Los Angeles a Nova York, passando por Miami e Houston - e em outras regiões para trazer detalhes em tempo real sobre esta eleição em todas as plataformas da agência: texto, foto, vídeo, infografia (fixa, interativa e videográficos), e 'fact-checking'.

- Vídeo -

No vídeo, a AFP disponibilizará a seus clientes imagens e sonoras durante todo o dia. À noite, estará mais próxima dos dois candidatos, fornecendo reações de simpatizantes e seguirá eventuais manifestações ou comemorações.

- Foto -

O serviço fotográfico da AFP mobilizará 29 fotojornalistas e 8 editores para uma ampla cobertura da apuração de vários locais nos Estados Unidos, assim como as operações de votação e reações. Juntamente com o texto e o vídeo, estaremos presentes particularmente em Wilmington (Delaware), a base de Joe Biden. Membro do pool de meios de comunicação que cobrem a Casa Branca, a AFP também seguirá de perto o presidente Donald Trump.

- Texto -

Em texto, a AFP continuará a oferecer, assim como nas últimas semanas, uma nota-central, regularmente atualizada, assim como reportagens de várias regiões dos Estados Unidos. O resultado em cada estado será acompanhado por um alerta no serviço da AFP, até o anúncio do vencedor da eleição. O anúncio do nome do vitorioso será seguido da difusão de um dossiê descrevendo sua personalidade, sua família, assim como o que estará em jogo no novo mandato que começará em 20 de janeiro de 2021. A AFP acompanhará também as eleições para o Congresso, particularmente no Senado, onde acompanharemos as apurações suscetíveis de influenciar a maioria.

- 'Fact-checking' -

As equipes de checagem da AFP na América do Norte farão uma vigilância estrita de eventuais operações de manipulação, que poderão ocorrer em redes sociais durante a jornada eleitoral e no momento do anúncio dos resultados.

- Infografia -

Uma infografia interativa cobrirá os resultados em tempo real estado por estado. Um videográfico em 3D, apresentando os resultados, estará disponível na manhã de 4 de novembro, recapitulando os acontecimentos da noite anterior.

Redação em chefe


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade