Publicidade

Estado de Minas

Ex-funcionário do governo americano admite que escreveu artigo anônimo contra Trump em 2018


28/10/2020 21:25

Um ex-funcionário do governo americano admitiu nesta quarta-feira ser o autor de um artigo anônimo de grande repercussão contra o presidente Donald Trump publicado em 2018 e reiterou suas críticas ao republicano.

Miles Taylor, ex-chefe de gabinete do Departamento de Segurança Interior (DHS), publicou um artigo anônimo no jornal "The New York Times" em que afirmava que fazia parte de uma "resistência" frente ao presidente para frear suas intenções.

Em um texto intitulado "Por que já não sou anônimo", Taylor revela sua identidade e defende suas ações. "Não devemos nosso silêncio ao presidente. Devemos a ele e ao povo americano a verdade." Trump reagiu minimizando a importância de Taylor: "É um canalha que nunca trabalhou na Casa Branca."

O ex-funcionário, que se identificou como republicano, declarou que Trump vê qualquer crítica pessoal como algo "subversivo", e afirmou que, embora tenha escrito o artigo sozinho, suas opiniões eram compartilhadas por outros funcionários.

A identidade do autor misterioso foi assunto de destaque em Washington e resultou, em novembro de 2019, no breve livro "A Warning", em que ele relata as supostas disfunções no governo Trump.

Desde que deixou o cargo, Taylor participa regularmente como comentarista de programas da rede de TV CNN e se pronunciou em favor da campanha de Joe Biden.

A subsecretária de imprensa da Casa Branca, Sarah Matthews, minimizou a revelação: "É mais do que vergonhoso a seção de opinião do New York Times ter concedido anonimato a um funcionário de tão baixo nível hierárquico."


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade