Publicidade

Estado de Minas

Número de internações por covid na Bélgica se iguala ao do início da pandemia


28/10/2020 08:55

A Bélgica já se tornou o país do mundo onde o coronavírus circula com maior intensidade nesta segunda fase da pandemia, e registrou quase tantos pacientes internados na quarta-feira quanto no pico da primeira onda, segundo dados oficiais.

Na terça-feira, o país de 11,5 milhões de habitantes registrou 689 novas internações, quebrando o recorde histórico de 629, estabelecido em 28 de março.

Consequentemente, são 5.554 pacientes covid-19 em hospitais belgas, número muito próximo do máximo registrado em 6 de abril - 5.759 pessoas -, segundo dados do instituto belga de saúde pública Sciensano.

Na Bélgica - onde um novo endurecimento das restrições deve ser anunciado na sexta-feira - a taxa de incidência do vírus na população é a mais alta do mundo, exceto para o pequeno principado de Andorra.

De acordo com dados da AFP, nos últimos sete dias houve cerca de 891 novos casos por 100.000 habitantes na Bélgica, em comparação com 826 na República Tcheca, o segundo país mais afetado (excluindo microestados).

Países vizinhos como França (397) e Holanda (394) ocupam, respectivamente, a nona e a décima colocação nesse ranking.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade