Publicidade

Estado de Minas

Kremlin denuncia 'russofobia' americana após indiciamento de agentes russos por ciberatarques


20/10/2020 09:13

O Kremlin denunciou, nesta terça-feira (20), a "russofobia" dos Estados Unidos após o anúncio pela Justiça americana do indiciamento de seis agentes russos por ciberataques globais, incluindo o hackeamento do partido de Emmanuel Macron antes das eleições francesas de 2017.

Essas acusações são parte de uma "russofobia frenética que obviamente nada tem a ver com a realidade", disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, a repórteres, lamentando a "tendência de acusar a Rússia e os serviços especiais russos de todos os pecados".

Washington anunciou na segunda-feira que indiciou seis agentes da inteligência militar russa por ataques cibernéticos realizados entre 2015 e 2019.

Estes visaram principalmente o partido de Emmanuel Macron antes das eleições francesas de 2017, as Olimpíadas de 2018 na Coreia do Sul e a rede de energia elétrica ucraniana.

Os seis hackers, com entre 27 e 35 anos, são procurados pela Justiça americana.

"A Federação da Rússia e os serviços especiais russos nunca realizaram ataques cibernéticos, especialmente em conexão com os Jogos Olímpicos", insistiu Peskov nesta terça-feira.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade