Publicidade

Estado de Minas

Reino Unido e Canadá sancionam presidente bielorrusso Lukashenko


29/09/2020 13:19

O Reino Unido e Canadá sancionaram, nesta terça-feira (29), o presidente bielorrusso Alexander Lukashenko, seu filho e altos funcionários do governo por "violações dos direitos humanos em Belarus", anunciou a chancelaria britânica em comunicado.

"Reponsabilizaremos os autores da brutalidade contra o povo bielorrusso e defenderemos nossos valores de democracia e direitos humanos", afirmou o ministro das Relações Exteriores, Dominic Raab, assegurando que Londres e Ottawa não aceitam "os resultados da eleição fraudulenta" de Lukashenko.

Essas novas sanções, de efeito imediato, envolvem uma proibição de deslocamento nesses países e o bloqueio dos ativos de oito representantes do governo bielorrusso, incluindo Alexander Lukashenko, seu filho e conselheiro Viktor Lukashenko e o chefe de gestão presidencial, Igor Sergeyenko.

Esta é a segunda vez que o Reino Unido recorre ao novo mecanismo, anunciado neste verão (europeu), destinado a sancionar as violações dos direitos humanos de forma independente, após sua saída da União Europeia em janeiro.

Belarus é palco de um movimento de protestos inédito desde o início de agosto contra a reeleição, considerada fraudulenta pela oposição, do presidente Alexander Lukashenko, no poder desde 1994.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade