Publicidade

Estado de Minas

chefe da ONU pede o "cessar imediato dos combates" em Nagorny-Karabakh


27/09/2020 16:55

O secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, urgiu neste domingo (27) o Azerbaijão e as forças separatistas de Nagorny-Karabakh, apoiadas pela Armênia, a "cessarem imediatamente os combates" na região, cenário de confrontos violentos desde 2016.

O chefe das Nações Unidas também pediu às partes "a redução da escalada das tensões e a volta sem demora das negociações", de acordo com uma declaração do porta-voz da ONU, Stéphane Dujarric.

O porta-voz informou que Guterres tem a intenção de iniciar negociações com o presidente do Azerbaijão, Ilham Aliev, e o primeiro-ministro da Armênia, Nikol Pachinian.

"O secretário-geral está extremamente preocupado com a retomada recente das hostilidades" e "condena o recurso da força", completou.

O chefe da ONU deu seu apoio ao Grupo de Minsk, uma mediação encabeçada por França, Rússia e Estados Unidos, e pediu às partes beligerantes que "trabalhem para a retomada urgente do diálogo sem condições prévias".

Armênia e Azerbaijão estavam neste domingo à beira da guerra, após novos confrontos violentos entre as forças azeris e a região separatista de Nagorny-Karabakh, respaldada por Erevã, que deixaram pelo menos 23 mortos e cerca de 100 feridos.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade