Publicidade

Estado de Minas REPERCUSSÃO

Deputado argentino protagoniza cena sexual durante sessão virtual

Imagens rapidamente viralizaram nas redes sociais, acompanhadas de comentários de reprovação.


24/09/2020 21:30 - atualizado 24/09/2020 21:55

Deputado da província de Salta tentou pedir desculpas, dizendo que pensava que naquele momento não estava conectado à sessão(foto: Reprodução)
Deputado da província de Salta tentou pedir desculpas, dizendo que pensava que naquele momento não estava conectado à sessão (foto: Reprodução)

O deputado Juan Emilio Ameri foi suspenso nesta quinta-feira (24) depois de protagonizar uma cena sexual durante uma sessão parlamentar da qual participava de forma remota, devido às restrições impostas em combate à pandemia na Argentina.

 


Na tela gigante instalada no Congresso para a realização das sessões pelo aplicativo Zoom, uma mulher foi vista se aproximando do deputado e sentando em suas pernas, enquanto ele segurava um de seus seios.


O deputado da província de Salta tentou pedir desculpas, dizendo que pensava que naquele momento não estava conectado à sessão.


"Aqui no interior do país a conexão é muito ruim. A gente estava em sessão e caiu a internet. Minha parceira saiu do banheiro, perguntei como estavam as próteses e dei um beijo nela, porque há dez dias ela fez uma operação de implante mamário", explicou Ameri.


A sessão foi imediatamente interrompida e o presidente da Câmara dos Deputados, Sergio Massa, anunciou a suspensão do parlamentar. Em cinco dias, será divulgada a penalização que será aplicada pelo Congresso.


"No âmbito das sessões de participação presencial e à distância surgiu uma situação que nada tem a ver com o decoro desta casa. Ao longo destes meses de funcionamento remoto vivemos situações de deputado que adormeceu ou se tapou, mas hoje vivemos em uma situação que extrapola as normas de convivência desta casa", disse Massa.


As imagens rapidamente viralizaram nas redes sociais, acompanhadas de comentários de reprovação. Ameri, um deputado da coalizão governista Frente de Todos, afirmou que estava "arrependido e muito envergonhado" pelo que aconteceu.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade