Publicidade

Estado de Minas

África do Sul diz não ter provas de plano iraniano para matar embaixadora dos EUA


18/09/2020 17:19

As autoridades de segurança da África do Sul disseram nesta sexta-feira (18) que não encontraram provas de um plano iraniano para assassinar a embaixadora dos Estados Unidos no país, Lana Marks.

A investigação ocorreu depois de uma reportagem do site Politico publicada no domingo, que cita duas autoridades americanas sob anonimato. Segundo o texto, os serviços de inteligência dos Estados Unidos acreditam que o governo do Irã quer assassinar a embaixadora americana na África do Sul, Lana Marks.

"Neste momento, não há informações suficientes para corroborar a alegação de que existe uma ameaça real contra o embaixadora dos EUA na África do Sul", disse a Agência de Segurança de Estado sul-africana em um comunicado, no qual pediu "calma a todos".

O Ministério das Relações Exteriores iraniano afirmou na segunda-feira que as acusações são "infundadas" e denunciou "os métodos repetitivos e repugnantes de criar um clima anti-iraniano na cena internacional".

As relações entre Washington e Teerã estão novamente em um ponto de forte tensão depois que os EUA se retiraram unilateralmente em maio de 2018 do acordo internacional sobre o programa nuclear iraniano, assinado três anos antes com as grandes potências internacionais.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade