Publicidade

Estado de Minas

Covid-19: contaminações aceleram em todo o mundo, especialmente na Europa


18/09/2020 10:19

Nos últimos sete dias, a propagação da covid-19 se acelerou bruscamente em todo o mundo, especialmente na Europa.

O número de casos diagnosticados é um indicador importante, mas reflete apenas uma fração do número real de infecções e é difícil fazer comparações entre países, já que as políticas de teste diferem de um país para o outro.

Esses são os principais acontecimentos da semana passada:

- Aceleração no mundo -

Após semanas de estabilidade, a pandemia acelerou bruscamente esta semana, com 286.000 novos casos registrados diariamente em todo o mundo, o que supõe um aumento de 8% em relação à semana anterior.

Como nas últimas semanas, o ritmo de contágio está acelerando mais na Europa (+16% em comparação com a semana anterior). O número de novos casos por dia triplicou na região desde o início de julho (47.300 esta semana, em comparação com cerca de 15.000 então).

A tendência também é a aceleração no Oriente Médio (+13%), Estados Unidos/Canadá (+11%), Ásia (+7%) e América Latina/Caribe (+3%). Há desaceleração na Oceania (-20%) e na África (-7%).

- Principais aumentos -

A República Tcheca é o país com a maior taxa de aceleração de infecções (+65%, 1.300 novos casos por dia), entre os quais teve uma média de mais de 1.000 casos por dia na última semana.

Depois, os Países Baixos (+52%, 1.200), Israel (+37%, 3.950) - que nesta sexta-feira volta a se confinar -, Filipinas (+33%, 3.900), Reino Unido (+32%, 3.400), Nepal (+20%, 1.300) e Irã (+20%, 2.500).

- As maiores diminuições -

Na contramão das outras regiões, as maiores diminuições foram observadas na Etiópia (-41%, 600 novos casos por dia), Costa Rica (-20%, 1.000), Venezuela (-19%, 900), Bangladesh (-15%, 1.600) e México (-10%, 4.500).

- Países com mais casos -

Índia, Estados Unidos e Brasil são os três países que registraram o maior número de novos casos nos últimos sete dias, com uma média de 93.200, 39.300 e 31.000 novos casos por dia, segundo um balanço da AFP desta sexta-feira às 8h00 de Brasília.

A tendência está piorando em três países: +7% na Índia, +10% nos Estados Unidos e Brasil.

Estão acompanhados pela Argentina (11.100), Espanha (10.200), França (8.800), Colômbia (7.000) e Peru (5.800).

- Mortes -

A Índia foi país com mais mortes na última semana (1.160 por dia), à frente dos Estados Unidos (840), Brasil (770), México (360), Argentina (220), Colômbia (200) e Irã (140).

Em nível mundial, o número de mortes por dia se reduziu drasticamente durante a semana (-10%, 5.200 por dia).

- Balanço global -

A pandemia deixou pelo menos 946.727 mortos em todo o mundo desde o final de dezembro, com mais de 30,2 milhões de casos confirmados.

Estados Unidos continua sendo o país com mais mortes, com ao menos 197.655. Depois o Brasil (134.935 mortes), Índia (84.372), México (72.179) e Reino Unido (41.705).


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade