Publicidade

Estado de Minas

Nasce um panda no zoológico de Washington


21/08/2020 22:07

A panda Mei Xiang deu à luz um filhote nesta sexta-feira (21) no zoológico de Washington, quatro anos depois de sua última gestação, anunciaram os encarregados do estabelecimento.

"Estamos encantados de anunciar que Mei Xiang pariu às 18H35 (locais, 19h35 de Brasília) e que cuida de seu recém-nascido com atenção", tuitou o zoológico, informando que a mãe amamentava seu filhote e lhe fazia "mimos".

Mei Xiang, de 22 anos, foi inseminada artificialmente em 22 de março com sêmen congelado de Tian Tian, que também está no zoológico e completará 23 anos no fim do mês.

Desde a sua chegada, no ano 2000, Mei Xiang já teve três filhotes que sobreviveram: dois machos (Tai Shan, em 2005, e Bei Bei, em 2015), e uma fêmea (Bao Bao, em 2013).

Os três pandas foram trasladados para a China em seu quarto aniversário segundo um contrato de associação com o centro de conservação chinês. Também está previsto o retorno à China de Mei Xiang e Tian Tian em dezembro.

O acordo entre os Estados Unidos e a China também prevê o pagamento de 500.000 dólares ao ano ao Zoológico Nacional para apoiar os esforços de conservação na China desta espécie, classificada como "vulnerável".

Menos de dois mil pandas gigantes vivem ainda em seu hábitat natural, na região central da China, enquanto outros 600 vivem em zoológicos e centros de reprodução ao redor do mundo, segundo o Zoológico de Washington.

Com uma herança genética similar à do urso, o panda se alimenta exclusivamente de bambu. Pesa cerca de 100 quilos, em média, e mede até 1,80 metro; tem seis dedos e seu nome significa, literalmente, "gato-urso".


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade