Publicidade

Estado de Minas

Ministro saudita diz que não haverá normalização com Israel sem paz com os palestinos


19/08/2020 11:43

O ministro das Relações Exteriores da Arábia Saudita, o príncipe Faysal bin Farhan, declarou nesta quarta-feira que seu país não seguirá o exemplo dos Emirados Árabes Unidos de estabelecer relações diplomáticas com Israel, enquanto não houver paz com os palestinos.

"Deve haver paz entre Israel e os palestinos, a partir de bases internacionais reconhecidas" a favor da criação de um Estado palestino, declarou o chanceler em entrevista coletiva em Berlim.

"Quando isso acontecer, tudo será possível", acrescentou.

"Quando demos nosso apoio ao plano de paz árabe em 2002, pensamos que também seriam estabelecidas relações entre a Arábia Saudita e Israel", disse o chefe da diplomacia saudita.

Esta iniciativa propunha resolver o conflito árabe-israelense por meio da retirada total de Israel dos territórios ocupados e uma solução viável para os palestinos, em troca da normalização das relações diplomáticas na região.

"Mas as condições mudaram", estimou a autoridade, que descreveu a política de "anexação unilateral" de Israel como "ilegal".

Os Emirados Árabes Unidos se tornaram na semana passada o primeiro país do Golfo a normalizar as relações com Israel, após um acordo histórico promovido pelos Estados Unidos.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade