Publicidade

Estado de Minas

Filho de ex-presidente de Angola é condenado por fraude


14/08/2020 11:25

José Filomeno dos Santos, filho do presidente angolano José Eduardo dos Santos, foi condenado nesta sexta-feira a cinco anos de prisão por "fraude" por atividades à frente de um fundo soberano nacional entre 2013 e 2018.

"Sob a acusação de fraude e tráfico de influência, o réu é condenado a cinco anos de prisão", anunciou o juiz João da Cruz Pitra, do Supremo Tribunal de Luanda.

Em junho, o Ministério Público requereu sete anos de prisão para ele e um outro réu e dez anos para outros dois acusados, incluindo o ex-presidente do Banco Central Valter Filipe da Silva.

Os três supostos cúmplices de José Filomeno dos Santos, de 42 anos, foram condenados a penas de quatro a seis anos de prisão.

Eles foram acusados de terem transferido ilegalmente 500 milhões de dólares do Banco Central para a conta londrina de uma agência do Credit Suisse, como parte de uma fraude que teria permitido, segundo a promotoria, desviar até 1,5 bilhão de dólares.

Os quatro homens foram absolvidos da acusação de lavagem de dinheiro.

Após a saída de José Eduardo dos Santos em 2017, o seu sucessor João Lourenço despediu todos os familiares que o ex-presidente colocara à frente de instituições, empresas públicas e aparatos de segurança.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade