Publicidade

Estado de Minas TIROS

'O mundo sempre foi perigoso', diz Trump sobre tiro na Casa Branca

O presidente norte-americano disse ainda que não está claro se o tiroteio tem relação com ele


10/08/2020 21:47

Coletiva de Trump foi interrompida por um tiro nos arredores da Casa Branca nesta segunda(foto: Brendan Smialowski / AFP)
Coletiva de Trump foi interrompida por um tiro nos arredores da Casa Branca nesta segunda (foto: Brendan Smialowski / AFP)
Ao ser questionado se tinha ficado abalado pelo fato de um homem ser baleado do lado de fora da Casa Branca, nesta segunda-feira (10/8), o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse que "o mundo sempre foi um lugar perigoso". "(Esse incidente) Não é algo único", completou.

Trump acrescentou ainda que não está claro se o tiroteio teve relação com ele e elogiou a atuação do serviço secreto. Foi um integrante desse grupo de segurança que baleou o suspeito, levado ao hospital, segundo informou o próprio presidente.

O presidente dava uma entrevista coletiva na Casa Branca quando o tiro aconteceu, por volta das 17h50 (18h50, em Brasília), e ele foi escoltado às pressas para um lugar seguro. Depois, retornou à sala onde os jornalistas haviam ficado retidos e informou ele mesmo sobre o ocorrido.

"Parece que agentes da lei atiraram em alguém. E o suspeito está a caminho do hospital", explicou o presidente, garantindo não ter qualquer informação sobre a identidade ou a motivação da pessoa baleada.

Uma testemunha disse à agência de notícias France-Presse que ouviu gritos de e depois um único tiro. "Era uma voz de homem", afirmou Philipos Melaku, um manifestante que acampa em frente à Casa Branca há anos. "Depois disso, imediatamente, pelo menos oito ou nove homens armados chegaram apontando seus fuzis AR-15", completou.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade