Publicidade

Estado de Minas

EUA oferece US$ 10 milhões pela detenção de quem interferir nas eleições


05/08/2020 19:50

O chefe da diplomacia americana, Mike Pompeo, anunciou nesta quarta-feira (5) que os Estados Unidos pagarão uma recompensa de US$ 10 milhões pela detenção de qualquer agente externo que interferir nas eleições presidenciais de 3 de novembro.

Os Estados Unidos "estão oferecendo uma recompensa de até 10 milhões de dólares por informação que leve à identificação ou localização de qualquer pessoa que aja sob a direção ou o controle de um governo estrangeiro que interfira nas eleições americanas", disse Pompeo na coletiva de imprensa.

Isto se enquadra nos esforços do governo de Donald Trump por "assegurar a nossa democracia", destacou.

Os serviços de inteligência americanos acusam a Rússia de ter interferido nas eleições de 2016 para favorecer Trump e prejudicar a democrata Hillary Clinton, principalmente através das redes sociais, algo que Moscou nega veementemente.

Pompeo não especificou se a recompensa tem como mira agentes russos, mas, segundo funcionários de inteligência americanos, Moscou e outros adversários dos Estados Unidos buscarão interferir nas próximas eleições, nas quais Trump tentará a reeleição.

Os Estados Unidos incentivam qualquer pessoa com informações sobre interferência estrangeira nas eleições americanas, "através de certas atividades cibernéticas ilegais", a entrar em contato com o governo ou com a embaixada americana mais próxima, explicou o Departamento de Estado em comunicado.

O programa de recompensas financeiras para a prisão de pessoas pelo sistema de justiça americana é administrado pelo Departamento de Estado.

Desde a criação do programa, em 1984, foram pagos mais de US$ 150 milhões a cerca de 100 pessoas em todo o mundo, de acordo com o comunicado.

Os líderes democratas no Congresso dos Estados Unidos afirmaram no mês passado estar "muito preocupados" pela campanha de desinformação orquestrada do estrangeiro, que segundo eles pode ter forte influência nas eleições de novembro.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade