Publicidade

Estado de Minas

Biden rejeita, irritado, a ideia de fazer um teste cognitivo


05/08/2020 13:25

Visivelmente irritado, o candidato democrata à Casa Branca, Joe Biden, rejeitou energicamente a ideia de fazer um teste cognitivo, diante dos pedidos de seu rival, o presidente Donald Trump, para que, como ele próprio, também fizesse essa avaliação.

"Não, não fiz um teste. Por que diabos eu deveria fazer um teste?", respondeu Biden, com uma evidente irritação em uma entrevista transmitida nesta quarta-feira (5).

Aos 77 anos, sua agilidade mental é constantemente questionada pela equipe de campanha de Trump, de 73 anos, a quem ele enfrentará em 3 de novembro nas eleições presidenciais americanas.

Biden, ex-vice-presidente de Barack Obama (2009-2017), disse no início deste verão boreal que estava sendo constantemente avaliado, antes de esclarecer que se referia aos rigores da campanha presidencial e a seus encontros com os eleitores.

"Vamos lá, cara! Isso é como perguntar, antes de entrar neste programa, se você fez um teste para ver se usa cocaína ou não. O que você acha, hein? Você é um viciado?", contestou Biden durante uma entrevista com membros da Associação Nacional de Jornalistas Hispânicos (NAHJ) e a Associação Nacional de Jornalistas Negros (NABJ).

Seu comentário inesperado não demorou a gerar polêmica nas redes sociais.

Errol Barnett, jornalista da rede CBS que lhe fez a pergunta, disse mais tarde que pediu à equipe de campanha de Biden que proporcione mais informações sobre o vínculo entre um teste cognitivo e um teste para detectar consumo de cocaína.

A equipe de campanha de Trump aproveitou imediatamente o final da entrevista para questionar a capacidade mental de Biden, porque este, que frequentemente fala sobre sua luta contra a gagueira, se confundiu com as palavras ao afirmar: "E estou pronto para deixar que o público americano julgue minha saúde física e mental".

Trump se gabou no final de julho por ter dado "excelente" em um teste cognitivo, durante uma entrevista que rapidamente viralizou no mundo inteiro.

Orgulhoso, apontou em particular que o teste incluía, por exemplo, "uma parte de memória".

"Dizem para você repetir as palavras: pessoa, mulher, homem, câmera, televisão. Eu disse que sim, é pessoa, mulher, homem, câmera, televisão".

Em uma aparente referência a essas declarações, Biden afirmou, na entrevista desta quarta: "Bom, se ele não pode dizer a diferença entre um elefante e um leão, eu nem sei do quê ele está falando. Você viu?".

E acrescentou: "Mal posso esperar para ter a chance" de debater com Trump.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade