Publicidade

Estado de Minas

Adolescente é acusado na Flórida de hackeamento maciço no Twitter


31/07/2020 17:13

Um jovem de 17 anos foi denunciado nesta sexta-feira (31) por 30 acusações de prática de hackeamento maciço da rede social Twitter, que comprometeu personalidades como Bill Gates, Barack Obama e Elon Musk, informou a promotoria da Flórida, sudeste dos Estados Unidos.

Graham Ivan Clark "foi o autor do recente ataque ao Twitter", informou o gabinete do promotor estadual em comunicado.

O jovem foi preso na manhã desta sexta-feira em Tampa, na costa oeste da Flórida, onde reside.

Segundo a acusação, em 15 de julho, Clark hackeou os perfis no Twitter de personalidades proeminentes e escreveu mensagens pedindo aos usuários para depositar bitcoins em contas associadas a ele. Assim, o jovem conseguiu arrecadar mais de 100.000 dólares na criptomoeda em um único dia.

O ataque "foi projetado para roubar dinheiro de americanos de todo o país, inclusive aqui na Flórida. A fraude maciça foi orquestrada aqui mesmo, em nosso quintal, e não o aceitaremos", escreveu o promotor estadual Andrew Warren.

Na noite de quinta-feira, o Twitter havia fornecido novos detalhes sobre o ataque espetacular.

"O ataque consistiu de uma tentativa importante e concertada de enganar certos funcionários e explorar vulnerabilidades humanas para acessar nossos sistemas internos", informou a rede social em um comunicado a respeito do ataque dos piratas digitais através do mecanismo de "phishing", coordenado por telefone.

Entre as contas pirateadas estão as do candidato presidencial democrata Joe Biden; do ex-presidente Barack Obama; do fundador da Amazon, Jeff Bezos; do diretor da fabricante de carros elétricos Tesla, Elon Musk; e Bill Gates, fundador da gigante de informática Microsoft.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade