Publicidade

Estado de Minas

Ex-guarda de campo nazista é condenado a dois anos de prisão sob sursis na Alemanha


23/07/2020 06:43

O tribunal de Hamburgo condenou a dois anos de prisão com pena suspensa, nesta quinta-feira (23), um homem de 93 anos que serviu de guarda no campo nazista de Stutthof na Polônia, acusado por milhares de assassinatos ali ocorridos entre 1944 e 1945.

O réu, Bruno Dey, que tinha 17 anos na época dos eventos, "foi considerado culpado de cumplicidade em 5.232 assassinatos e tentativas de assassinato", disse a presidente do tribunal, Anne Meier-Göring, após um julgamento que será, provavelmente, um dos últimos sobre os crimes cometidos pelo Terceiro Reich.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade