Publicidade

Estado de Minas

Primeiro-ministro da Tunísia renuncia


postado em 15/07/2020 14:55

O chefe do governo da Tunísia, Elyes Fakhfakh, nomeado em fevereiro para presidir um governo de coalizão, renunciou nesta quarta-feira, informaram fontes oficiais que solicitaram o anonimato, após um desentendimento com o partido de Ennahdha, de inspiração islâmica.

Ennahdha, que tem seis ministros no governo dos quais se sente marginalizado, exigiu uma mudança devido às suspeitas de corrupção que caem sobre o chefe do governo.

Fakhfakh está sob investigação do Parlamento por um conflito de interesses, acusado de não ter cedido à gestão de sua participação em empresas de saneamento que venceram grandes projetos públicos nos últimos meses.

O presidente-executivo foi nomeado pelo presidente Kais Saied após o fracasso de Ennahdha no outono passado de reunir a maioria em torno de um primeiro ministro de sua escolha.

Segundo a presidência, Saied agora tem 10 dias para designar alguém para governar o país, que também terá um mês para convencer a maioria absoluta dos deputados a aprovar sua equipe.

Um desafio, uma vez que o Parlamento eleito em outubro é composto por muitos partidos.

Pouco antes do anúncio da renúncia, o partido Ennahdha e alguns de seus aliados haviam apresentado uma moção de censura contra o primeiro-ministro.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade