Publicidade

Estado de Minas

Qatar Airways vai pedir indenização por bloqueio aéreo no Golfo


postado em 15/07/2020 14:07

A Qatar Airways anunciou nesta quarta-feira que buscará uma compensação pelas perdas sofridas devido ao "bloqueio aéreo ilegal" imposto ao emirado por seus vizinhos por mais de três anos.

Em 5 de junho de 2017, Arábia Saudita, Egito, Emirados Árabes Unidos e Bahrein romperam suas relações com o Catar, acusado de apoiar movimentos islâmicos radicais e de estar muito próximo do Irã, rival regional de Riade.

Doha nega as acusações.

Todos os quatro países proibiram as aeronaves da companhia nacional de sobrevoar seu espaço aéreo e aeroportos, romperam suas relações comerciais e marítimas e fecharam suas fronteiras.

"A Qatar Airways continuará suas ações para (obter) compensação adequada pelas perdas financeiras sofridas (...) devido ao bloqueio aéreo ilegal", disse a empresa nacional em comunicado.

Na terça-feira, o Tribunal Internacional de Justiça (CIJ), o mais alto órgão judicial da ONU, decidiu a favor do Catar e constatou que a Organização Internacional da Aviação Civil era legalmente competente para resolver um conflito a pedido de Doha, que acusa seus vizinhos de violarem um acordo que regula a liberdade de circulação de aeronaves comerciais.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade