Publicidade

Estado de Minas

Forças militares da Colômbia abatem líder da guerrilha ELN


postado em 04/07/2020 15:25

As forças militares colombianas abateram um líder do ELN, considerado o braço direito do principal líder militar da guerrilha, reconhecida como a última no país, informou o presidente Iván Duque neste sábado.

"Houve uma baixa do codinome Dumar ou o codinome Culebrito, o braço direito do codinome Pablito, líder militar do ELN e comandante da frente de Efraín Pabón Pabón e também encarregado de Domingo Laín Sáenz", informou o presidente em um evento virtual.

Jhon Fredy Cortés Buritica morreu em uma operação militar no departamento de Norte de Santander, na fronteira com a Venezuela e o epicentro de uma batalha entre o ELN e gangues criminosas pelas plantações de folhas de coca, a matéria-prima da cocaína.

"Foi uma operação contundente contra a máfia, contra o terrorismo, contra o crime", acrescentou Duque.

As autoridades ofereceram até US$ 22.500 como recompensa pelas informações que levaram à captura de Cortés Buritica.

Segundo o presidente, Culebrito era um homem de confiança de Gustavo Aníbal Giraldo, conhecido como Pablito, um temido comandante da guerrilha que, segundo autoridades e especialistas, tem a maior capacidade militar do Exército de Libertação Nacional (ELN).

Membro do Comando Central, o mais alto órgão de liderança do grupo guevarista, Pablito se refugia na Venezuela, segundo o alto comando militar colombiano.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade