Publicidade

Estado de Minas

Rússia registra mais de 10.000 mortos por COVID-19


postado em 04/07/2020 09:01

A Rússia anunciou neste sábado (4) que registrou mais de 10.000 mortos por coronavírus, uma quantidade muito menor em relação a outros países com grandes surtos de COVID-19.

O número de mortos aumentou para 10.027, segundo o site do governo, que diz que nas últimas 24 horas foram registrados 168 mortos por COVID-19.

A Rússia totaliza 674.515 casos, o terceiro no mundo em número de infectados, atrás dos Estados Unidos e Brasil, embora o saldo diário de infecções tenha caído nos últimos meses.

A taxa de mortalidade do país é muito menor do que a de outros países vizinhos com grandes número de infectados, o que suscita o medo de que os números possam ser maiores.

A Rússia reconheceu que o número de mortos divulgado pelo site do governo inclui apenas casos em que o vírus foi a principal causa da morte.

A agência oficial de estatísticas publicou informações nacionais de abril, quando o número de mortos subiu para 2.712, mais que o dobro da quantidade relatada pelo governo (1.152) nesse mês.

Isso se deve à aplicação das recomendações da Organização Mundial da Saúde sobre a definição de morte por vírus, e que inclui os casos em que a vítima deu positivo mas o vírus não foi considerado como a principal causa da morte, ou no caso em que não houve diagnóstico positivo mas, segundo a autópsia, o coronavírus foi a principal causa.

O Departamento de Saúde da cidade de Moscou publicou estatísticas sobre as mortes em maio, usando esse método de contagem, que mostra 5.260 mortes pelo vírus nesse mês, em comparação com as 3.929 que informadas pelo governo.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade