Publicidade

Estado de Minas

Homem detido perto da residência de Trudeau vai enfrentar 22 acusações


postado em 03/07/2020 19:50

O homem armado preso na quinta-feira perto da residência do primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, em Ottawa enfrentará 22 acusações, incluindo "porte de arma para fim perigoso", informou a polícia local em comunicado nesta sexta-feira (3).

Após comparecer rapidamente a um tribunal de Ottawa, Corey Hurren, 46 anos, reservista do Exército Canadense, comparecerá a uma audiência agendada para 17 de julho.

As forças de segurança o prenderam na manhã da quinta-feira após ele ter forçado o portão de entrada da área onde se encontra a residência oficial do governo canadense.

"Quero enfatizar que o primeiro-ministro e sua família, assim como o governador-geral, nunca correram perigo, pois não estavam no local", ressaltou o policial Mile Duheme, em entrevista coletiva nesta sexta-feira.

Trudeau, sua esposa e os três filhos atualmente moram em uma propriedade localizada no terreno da residência oficial, que está sendo reformada.

Em outubro de 2019, durante sua campanha de reeleição, Trudeau precisou usar um colete à prova de balas durante uma reunião em Ontário, depois de sofrer ameaças.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade