Publicidade

Estado de Minas

BP vende atividades petroquímicas por US$ 5 bilhões para o grupo Ineos


postado em 29/06/2020 07:13

A gigante britânica do setor de petróleo BP anunciou nesta segunda-feira (29) a venda de suas atividades petroquímicas ao grupo industrial Ineos por 5 bilhões de dólares, com o objetivo de fortalecer suas finanças, que foram muito abaladas pela crise do coronavírus.

A transação, que a BP deseja concluir até o fim do ano, antecipará em um ano o fim do seu programa de cessões de US$ 15 bilhões, inicialmente planejado até meados de 2021, informou o grupo em comunicado.

As atividades petroquímicas da empresa, utilizadas principalmente para os plásticos, estão espalhadas por todo o planeta, com uma forte presença na Ásia.

As atividades incluem 1.700 funcionários e compreendem 14 fábricas que produzem 9,7 milhões de toneladas de produtos por ano.

"Tenho consciência de que a decisão é uma surpresa e faremos todo o possível para reduzir a incerteza. Mas estou confiante de que o negócio vai prosperar dentro da Ineos", disse Bernard Looney, diretor executivo do grupo.

A BP afirmou que manter estas atividades consumiria muitos recursos para uma empresa que deseja reduzir seu tamanho e contribuir para a transição energética.

O grupo adotou uma estratégia de choque para adaptar-se aos preços reduzidos do petróleo devido à pandemia e para alcançar a neutralidade de carbono até 2050.

Como parte de um programa de cortes, a empresa já anunciou o fim de 10.000 postos de trabalho no mundo, 15% de seus funcionários, e reduções em larga escala de ativos entre 13 e 17,5 bilhões de dólares.

O grupo Ineos, fundado pelo bilionário Jim Ratcliffe, é um dos maiores conglomerados industriais do Reino Unido, com quase 22.000 funcionários em 26 países.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade