Publicidade

Estado de Minas

ONU pede que Egito, Etiópia e Sudão trabalhem juntos para superar disputa por represa


postado em 22/06/2020 22:01

A ONU exortou nesta segunda-feira (22) Egito, Etiópia e Sudão "a trabalhar juntos" para resolver seu desacordo sobre a construção de uma gigantesca represa etíope no Nilo, causa de graves tensões regionais e objeto de uma reunião do Conselho de Segurança.

"Exortamos Egito, Etiópia e Sudão a trabalhar juntos para intensificar os esforços para resolver pacificamente as atuais discrepâncias", declarou o porta-voz da ONU, Stephane Dujarric, durante coletiva de imprensa diária.

Dujarric lembrou da "importância da declaração de princípios de 2015 sobre o açude", que mencionava a necessidade de uma cooperação baseada na boa fé, no direito internacional ou no objetivo de benefícios mútuos.

A pedido do Egito, o Conselho de Segurança se reuniria na tarde desta segunda-feira em uma videoconferência informal sobre o conflito que opõe os três países. Segundo uma fonte diplomática, a reunião não terminará com nenhuma decisão.

No domingo, o Sudão alertou para uma escalada na disputa, após o fracasso das negociações para um acordo sobre o enchimento da represa e sua ativação.

A Etiópia se opõe a começar a encher a represa em julho, com ou sem o acordo dos outros dois países. O Egito, que considera o projeto uma ameaça "existencial", pediu ao Conselho de Segurança da ONU que intervenha, citando uma atitude "não positiva" da Etiópia e sua "insistência" em seguir adiante com o projeto de forma unilateral.

O tema também será abordado durante uma reunião por videoconferência dos ministros das Relações Exteriores da Liga Árabe na terça-feira, também a pedido do Cairo.

A Etiópia considera que a represa de 145 metros de altitude é essencial para seu desenvolvimento e serviço de eletricidade, enquanto Sudão e Egito temem que seu acesso à água será restrito.

O Nilo, que flui ao longo de 6.000 km, é uma fonte essencial de água e eletricidade para uma dúzia de países do leste da África. O Egito obtém desse rio 97% de sua demanda hídrica.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade