Publicidade

Estado de Minas

Ataque jihadista mata 30 pessoas em Burkina Faso


postado em 31/05/2020 13:19

Trinta pessoas foram assassinadas no sábado por homens armados em Kompienbiga, perto de Pama (leste de Burkina Faso), de acordo com moradores da localidade, em um ataque atribuído por fontes das forças de segurança a "grupos terroristas armados" jihadistas.

"Invadiram o mercado com motocicletas e abriram fogo, sobretudo contra as pessoas que tentavam fugir", afirmou um morador, que citou pelo menos 30 mortos.

"Um grupo revistou as pessoas que permaneceram no local e outro perseguiu os que fugiram", disse.

Uma fonte das forças de segurança, que não divulgou um balanço de vítimas, confirmou que "o ataque aconteceu no mercado de gado, que habitualmente funciona aos sábados", e foi executado por "elementos de grupos armados terroristas que estavam em motocicletas".

Um funcionário do governo da província de Kompienga mencionou "dezenas de mortos, sobretudo comerciantes e moradores locais".

As regiões leste e norte de Burkina Faso são as mais afetadas pelas atrocidades cometidas pelos grupos jihadistas no país, que nos cinco últimos anos provocaram mais de 900 mortes e deixaram 860.000 deslocados.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade