Publicidade

Estado de Minas

CICV registra ao menos 200 incidentes violentos contra profissionais de saúde na pandemia


postado em 27/05/2020 16:25

Pelo menos 200 incidentes violentos contra profissionais de saúde foram registrados desde o início da pandemia de coronavírus, informou o Comitê Internacional da Cruz Vermelha nesta quarta-feira (27).

Diante dessa situação, líderes de 13 organizações médicas e humanitárias em todo o mundo, representando mais de 30 milhões de profissionais de saúde, publicaram uma declaração condenando ataques contra equipes e estabelecimentos médicos.

Os signatários incluem o CICV, os Médicos do Mundo, a Federação Internacional de Hospitais e o Conselho Internacional de Enfermeiros.

O documento denuncia que mais de 200 ataques relacionados à pandemia foram registrados e expressa preocupação "com o alcance desse fenômeno, que põe em risco tanto os trabalhadores da saúde, essenciais na resposta à pandemia, como as comunidades que eles atendem ".

Os líderes das organizações afirmam que "embora as recentes manifestações públicas de apoio aos profissionais no combate à COVID-19 sejam gratificantes, muitos deles são vítimas de assédio, estigmatização e violência física".

A declaração afirma que "há profissionais de saúde que morreram, assim como seus pacientes" e que "não há sequer um dia sem relatos de novos casos de intimidação e violência".

As organizações apelam para que os governos combatam a desinformação e garantam que estes profissionais possam trabalhar em um "ambiente seguro e que apoio psicológico seja oferecido não apenas às vítimas de violência, mas também às pessoas sujeitas a altos níveis de estresse no trabalho".

O CICV também indica que a pandemia aumentou a pressão sobre trabalhadores e sistemas de saúde, que em algumas regiões já estavam em uma situação delicada devido a "conflitos ou falta de investimento".

Além disso, o CICV condena ataques violentos não relacionados à pandemia, como os recentemente realizados em Cabul e Darfur contra instalações médicas, profissionais de saúde e pacientes.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade