Publicidade

Estado de Minas

Rússia relata a morte de pouco mais de 100 profissionais de saúde pelo coronavírus


postado em 26/05/2020 15:55

As autoridades russas relataram nesta terça-feira (26) a morte de pelo menos 101 membros da equipe de saúde devido ao coronavírus desde o início da pandemia, um balanço muito inferior à contagem dos médicos.

Este balanço das autoridades foi divulgado por Liudmila Letnikova, uma alta funcionária do Ministério da Saúde, no Parlamento, segundo a agência de imprensa russa Interfax.

Segundo ela, o ministério conta o número de funcionários da saúde que sucumbiram ao coronavírus, mas é a primeira vez desde o início da pandemia que a contagem se torna pública na Rússia.

Outra lista, que desde o início de abril foi elaborda pelos médicos russos, registrou nesta terça-feira 293 mortos entre a equipe de saúde no país, o terceiro em número de infectados, atrás dos Estados Unidos e do Brasil.

Por sua vez, o portal de informações russo Mediazona relatou a morte de 186 trabalhadores da saúde pelo coronavírus. Estão excluídos desta lista médicos que não estavam trabalhando quando morreram e os que se encontravam no exterior.

O presidente Vladimir Putin disse hoje que o pico da pandemia já foi superado na Rússia e que a situação se mantém "estável de modo geral no país", que conta com mais de 362.000 casos e 3.807 mortes.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade