Publicidade

Estado de Minas

Joe Biden faz primeira aparição pública desde março


postado em 25/05/2020 18:55

O futuro candidato democrata à Casa Branca Joe Biden fez sua primeira aparição pública nesta segunda-feira (25) desde o início do confinamento nos Estados Unidos por ocasião de uma homenagem aos veteranos de guerra no feriado do Memorial Day.

Biden não saía de sua casa em Wilmington, Delaware (leste dos EUA), para comparecer a um evento público desde 15 de março, quando participou em um debate contra seu ex-rival democrata, Bernie Sanders.

"É bom estar fora da minha casa", afirmou o democrata, que garantiu que, desde meados de março, ele e sua esposa só saíam de casa para ocasionais caminhadas ou passeios de bicicleta.

"Obrigado por seu serviço", disse o ex-vice-presidente a um simpatizante após apresentar sua homenagem no Memorial dos Veteranos em New Castle, Delaware, por conta do Memorial Day.

Biden usou uma máscara preta que cobria a boca e o nariz durante o breve ato, ao contrário de seu adversário eleitoral, o presidente republicano Donald Trump, que não usa máscara em público, contrariando as recomendações dos especialistas em saúde.

Todas homenagens previstas para a data de hoje foram canceladas devido à atual pandemia, respeitando as diretrizes para se evitar aglomerações.

O candidato democrata, que depositou flores brancas no memorial e observou silenciosamente o monumento com os nomes dos soldados mortos em combate, trocou algumas palavras com jornalistas.

Quando perguntado se tinha uma mensagem para o país, a resposta de Biden mal foi ouvida por causa da máscara.

"Nunca esqueceremos os sacrifícios desses homens e mulheres. Nunca esqueceremos deles", declarou.

Biden teve que passar por um confinamento sem precedentes em uma campanha presidencial desde março, enquanto seu oponente, o presidente Trump, esteve bastante presente na imprensa e manteve sua rotina fora da Casa Branca.

A campanha eleitoral do vice do ex-presidente Barack Obama foi subitamente interrompida pelo avanço da COVID-19, com a suspensão de um comício em Ohio no último minuto, em 10 de março, que foi substituído por um discurso em uma sala praticamente vazia naquela noite na Filadélfia.

Em seguida, ele participou de uma conferência de imprensa em um hotel de Wilmington em 12 de março.

Biden celebrou no confinamento a vitória nas primárias após a desistência de Sanders e, no dois últimos meses, tenta fazer campanha remotamente a partir de um estúdio instalado em sua casa.

Por sua vez, nesta segunda, o presidente Trump e sua esposa Melania participaram de um ato no cemitério militar de Arlington National (Virgínia, leste).

Posteriormente, o casal viajou para Fort McHenry, em Baltimore, onde o republicano discursou em homenagem aos mortos dos Estados Unidos em guerras e prestou homenagem aos militares e mulheres que "estavam em perigo" na luta contra a pandemia do coronavírus.

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade