Publicidade

Estado de Minas

Ministro alerta que dívida francesa superará 115% do PIB


postado em 24/05/2020 09:37

A dívida francesa "sem dúvida" excederá 115% do Produto Interno Bruto (PIB) até o final do ano devido às consequências econômicas da crise da saúde, declarou, neste domingo (24), o ministro das Contas Públicas, Gerard Darmanin.

"Certamente será mais de 115%, com muita certeza", disse Darmanin quando questionado em um programa de rádio, embora tenha se recusado a dar mais detalhes.

A estimativa da dívida de 115% do PIB estava contida na última lei de retificação orçamentária aprovada em 25 de abril.

"A dívida é o que é gasto, e muito está sendo gasto, e a renda que não temos. Nesta crise, há um efeito tesoura, muito se gasta, mas há menos receita tributária porque há menos atividade", disse o ministro.

"A verdade é que optamos pelo endividamento, que é preocupante, e não pela falência, que teria sido desastrosa", acrescentou Darmanin.

O ministro excluiu aumentos de impostos para pagar a dívida e uma diminuição nos gastos públicos.

"Escolhemos a terceira via, a escolhida pelo presidente da República há três anos, de confiar nos agentes econômicos e na riqueza criada que nos permite pagar a dívida", concluiu.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade