Publicidade

Estado de Minas

Casa Branca acusa a mídia de distorcer declarações de Trump


postado em 24/04/2020 13:31

A Casa Branca acusou nesta sexta-feira (24) os meios de comunicação de tirarem de contexto as declarações de Donald Trump, nas quais sugeriu que o novo coronavírus poderia ser combatido com "injeções" de desinfetante.

"O presidente Trump declarou em inúmeras ocasiões que os americanos devem consultar os médicos em relação a tratamentos contra o coronavírus, um ponto no qual insistiu durante sua coletiva de imprensa de ontem", afirmou nesta sexta-feira a porta-voz da Casa Branca, Kayleigh McEnany.

"É coisa da mídia citar irresponsavelmente o presidente Trump fora de contexto e publicar manchetes negativas", acrescentou.

O presidente americano mencionou na noite de quinta-feira a hipótese de que uma "injeção" de desinfetante pode ajudar a combater a COVID-19, em sua coletiva de imprensa diária.

A pandemia provocou cerca de 870.000 casos nos Estados Unidos e mais de 50.000 mortes.

"Percebo que o desinfetante o nocauteia (o coronavírus) em um minuto. Um minuto. Haveria a possibilidade de fazer algo assim com uma injeção no interior, como uma limpeza?", questionou Trump na quinta-feira.

"Teremos que apelar aos médicos para isso, mas me parece interessante".

Trump mencionou também a possibilidade de recorrer aos "ultravioletas" ou a "uma luz muito potente", que poderia ser projetada "no interior do corpo" para combater o vírus.

Essa declaração gerou sinais visíveis de aborrecimento da doutora Deborah Birx, coordenadora da célula de crise implementada pela Casa Branca para combater a pandemia.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade