Publicidade

Estado de Minas

ONU denuncia repressão da informação e da imprensa durante pandemia


postado em 24/04/2020 10:37

A alta comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet, criticou nesta sexta-feira (24) os países que se aproveitam da atual crise da saúde para prender jornalistas e calar a imprensa independente.

A ex-presidente do Chile defendeu que a informação livre é crucial na luta contra a pandemia de coronavírus.

"A imprensa livre é sempre essencial, mas nunca foi tão necessária quanto nesta pandemia, pois há tantas pessoas isoladas que temem por sua saúde e por seus meios de sobrevivência", disse Bachelet em um comunicado.

"Informações críveis e confiáveis são uma tábua de salvação para todos nós", acrescentou ela, mencionando o International Press Institute (IPI), que registrou 130 casos de violações dos direitos da imprensa no mundo desde o surgimento da epidemia na China, no final de 2019.

Trata-se, em particular, de medidas de censura, limitação do acesso à informação e dispositivos legais contra a desinformação consideradas excessivos.

Quase 40 jornalistas foram presos, ou perseguidos, por terem questionado o gerenciamento da pandemia em seus países, ou mesmo o saldo oficial do número de casos de contágio e de mortes. Há jornalistas desaparecidos, e veículos de comunicação foram fechados.

Bachelet também lamentou que as declarações de alguns líderes "tenham alimentado um contexto hostil" contra jornalistas, pondo sua segurança em risco e degradando suas condições de trabalho.

O porta-voz da alta comissária, Rupert Colville, apontou, em particular, o presidente americano, Donald Trump, que ataca frontalmente alguns jornalistas durante sua entrevista coletiva diária sobre a pandemia.

"É uma tendência preocupante ver a mídia séria sendo atacada dessa maneira", disse ele, em entrevista coletiva virtual.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade