Publicidade

Estado de Minas COVID-19

Equador: Após milhares de testes, número de infectados pelo coronavírus dobra

Casos da COVID-19 no país sul-americano passam de 20 mil


postado em 23/04/2020 18:01 / atualizado em 23/04/2020 18:54

Segundo o Ministro da Saúde equatoriano, resultados foram prejudicados por ausência de capacidade para processar os testes.(foto: Twitter/Reprodução)
Segundo o Ministro da Saúde equatoriano, resultados foram prejudicados por ausência de capacidade para processar os testes. (foto: Twitter/Reprodução)
O número de casos de coronavírus no Equador dobrou para 22.160 após os resultados de milhares de testes, serem divulgados. A disponibilização dos diagnósticos foi prejudicada por falta de capacidade para processar os exames, informou o ministro da Saúde Juan Carlos Zevallos, nesta quinta-feira.

 

Pouco antes, o governo equatoriano havia registrado 11.183 casos, incluindo 560 mortes, desde que a presença do vírus foi declarada no país, em 29 de fevereiro.


Há, ainda, outras 1.028 mortes cuja causa provável é o coronavírus. A falta de testes fez com que as baixas ocorresem antes que fossem feitos os exames para a doença.

 

Com o número atualizado de contágios, o Equador, com 17,5 milhões de habitantes, é o segundo país latino-americano com mais casos de COVID-19. 

O Brasil, com 49.492 confirmações, lidera o ranking.

 

 

"Não há novo surto. É simplesmente porque foram analisados testes que estavam represados, sem que fossem processados", explicou o ministro, sem especificar se o número confirmado de mortes devido ao vírus mudou com a duplicação do número de contagiados.


Zevallos indicou que, com a ajuda de laboratórios privados e instituições públicas, de fora do Ministério da Saúde, o Equador conseguiu processar cerca de 23.800 testes de diagnóstico que aguardavam análise.


Cerca de 23.400 testes foram analisados anteriormente. Ele não detalhou se ainda há mais amostras ainda não analisadas.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade