Publicidade

Estado de Minas

Banco da Inglaterra prevê a pior recessão em um século


postado em 23/04/2020 09:31

O Reino Unido pode sofrer uma recessão "mais rápida e profunda do que qualquer outra que já vimos no século passado ou mesmo em vários séculos" devido à pandemia de coronavírus, alertou nesta quinta-feira (23) uma autoridade do Banco da Inglaterra.

"É importante não ver" a crise econômica causada pela COVID-19 como "uma inevitável contração temporária com a qual simplesmente temos que conviver", disse Gertjan Vlieghe, membro do comitê de política monetária do banco central britânico.

"É muito mais complexo que isso e, portanto, há uma chance muito maior de responder com políticas proativas", acrescentou.

No entanto, Vlieghe insistiu que a crise econômica causada pelas medidas de confinamento ou restrições drásticas de viagens não prejudica a independência do Banco da Inglaterra ou sua meta de inflação anual de cerca de 2%.

A empresa de consultoria IHS Markit divulgou uma estimativa que mostra uma queda recorde na atividade do Reino Unido em abril.

Segundo a Markit, é "de longe o declínio mais rápido da atividade desde que esses dados começaram a ser coletados há mais de duas décadas".

O Reino Unido é um dos países mais afetados da Europa, com mais de 18.000 mortes apenas em hospitais, aos quais devem ser adicionadas milhares mais em casas de repouso e domicílios.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade