Publicidade

Estado de Minas

Petróleo para entrega em junho sobe 19%, a US$ 13,78 em Nova York


postado em 22/04/2020 17:37

O petróleo subiu acentuadamente em Nova York nesta quarta-feira, após o colapso total de segunda e terça-feira, em um mercado sob pressão da queda da demanda e das capacidades de armazenamento até o limite.

O barril do WTI para entrega em junho, referência nesta quarta-feira, subiu 19% no fechamento, a US$ 13,78. Na segunda-feira, esse contrato havia perdido mais de 40%.

Em Londres, o barril de Brent do Mar do Norte para entrega em junho ganhou 5,4%, para US$ 20,37.

Alguns especialistas alertaram para um otimismo prematuro em um mercado que ainda é atingido pelas consequências da estratégia de controle do coronavírus, que reduziu o consumo de combustível e aumentou as reservas de petróleo em todo o mundo.

As reservas de petróleo nos Estados Unidos subiram novamente na semana passada, de acordo com um relatório divulgado nesta quarta-feira pela Agência de Informação Energética dos EUA (EIA), que reconfirma o colapso da demanda.

As reservas eram de 518,6 milhões de barris (mb) em 17 de abril, um aumento de 15 mb. Os analistas esperavam um aumento de cerca de 14 mb.

"Uma forte e nova alta de estoques de petróleo nos aproxima de um nível recorde", observou Matt Smith, do ClipperData.

As reservas de petróleo dos EUA atingiram um recorde no final de março de 2018, acima de 535 mb.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade