Publicidade

Estado de Minas

Pompeo diz que decisão final sobre anexação da Cisjordânia é de Israel


postado em 22/04/2020 14:07

A polêmica decisão de anexar grande parte da Cisjordânia é uma prerrogativa do novo governo de união de Israel, assegurou nesta quarta-feira o secretário de Estado americano, Mike Pompeo.

"Quanto à anexação da Cisjordânia, os israelenses tomarão essa decisão no final", disse Pompeo a repórteres. "Essa é uma decisão israelense".

A anexação das colônias israelenses e do vale do Jordão foi proposta em um plano de paz pelo presidente dos EUA, Donald Trump, rejeitado pelos palestinos.

"Vamos trabalhar em estreita colaboração com eles para compartilhar nosso ponto de vista, mas privadamente", acrescentou o secretário de Estado.

Após 16 meses de crise política e três eleições que não separaram o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu e seu principal opositor, Benny Gantz, os dois homens assinaram um acordo na segunda-feira para formar um governo de unidade.

"Uma quarta opção não seria, em nossa opinião, de interesse para Israel", afirmou Pompeo. "Estamos felizes por poder haver um governo em pleno exercício", acrescentou.

Os Estados Unidos, um dos principais aliados de Israel, fortaleceram seu vínculo com Trump, que sempre demonstrou grande proximidade com "Bibi" Netanyahu.

O presidente dos EUA apresentou um plano controverso para resolver o conflito palestino-israelense, que conta com o apoio de Netanyahu e Gantz.

À direita, muitos exortam o primeiro-ministro a anexar rapidamente esses territórios, especialmente porque Trump pode deixar a Casa Branca após as eleições presidenciais dos EUA em novembro. Gantz, entretanto, tenta adiar essa anexação.

O acordo estabelece que, a partir de 1º de julho, o gabinete e os deputados poderão decidir o plano americano sem se comprometerem, pelo menos nesta fase, a anexar partes da Cisjordânia.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade