Publicidade

Estado de Minas

Comunicado do Business Wire :Egon Zehnder


postado em 22/04/2020 12:19

A Egon Zehnder, empresa mundial de consultoria em liderança, divulgou hoje as conclusões de sua nova pesquisa com os Diretores da Cadeia de Suprimentos (Chief Supply Chain Officers - CSCO), Chain Reaction 2020: Leadership Perspectives from the World's Top Supply Chain Executives (Reação em cadeia em 2020: perspectivas de liderança dos principais executivos da cadeia de suprimentos do mundo). Os resultados, apresentados no quarto trimestre de 2019 e atualizados com uma breve pesquisa de acompanhamento no início de março de 2020, destacam a complexidade, a incerteza e os desafios econômicos mundiais que os CSCO enfrentam atualmente. Com as cadeias de suprimentos encarando desafios ainda mais profundos e uma pressão sem precedentes, incluindo a COVID-19 e a inatividade econômica, será necessário redefinir a liderança da cadeia de suprimentos nos próximos anos.

As conclusões mostram que os CSCO desempenham um papel fundamental na definição da estratégia da empresa e têm mais influência e experiência do que nunca. Ao mesmo tempo em que devem se centrar na melhoria da eficiência da cadeia de suprimentos e da velocidade e capacidade operacionais de resposta, também devem aumentar o talento futuro em uma nova ordem mundial que desafia o modelo existente de globalização e que foi gravemente afetada pela pandemia global. De fato, a pesquisa revelou que 79% dos líderes atuais da cadeia de suprimentos se preocupam com o recrutamento de pessoas capazes de lidar com o crescente ritmo de mudança dentro do setor. Além disso, 37% dos entrevistados disseram que o maior desafio de todos era a falta de competências de liderança em possíveis candidatos, uma vez que eles simplesmente não possuem as habilidades de liderança necessárias para ter sucesso neste novo mundo.

"Embora os CSCO sempre tenham sido importantes para o sucesso de uma empresa, os recentes eventos mundiais ressaltam a necessidade de líderes estratégicos e adaptáveis da cadeia de suprimentos", disse Tom Reynolds, consultor da Egon Zehnder e líder da Prática da Cadeia de Suprimentos global. "Embora a maioria dos dados tenha sido coletada antes da pandemia global, as conclusões traçam paralelos interessantes com os desafios atuais e os trazem para o primeiro plano. Agora, mais do que nunca, os CSCO devem ser líderes fortes de alto escalão, concentrando-se na cultura e construindo equipes colaborativas que esperam o inesperado."

Em março de 2020, a Egon Zehnder fez um acompanhamento com os primeiros participantes da pesquisa para ter uma ideia de sua perspectiva sobre a crise global. Embora o impacto comercial e econômico da COVID-19 tenha ocorrido nos estágios iniciais, 72% dos entrevistados acreditavam estar pelo menos moderadamente preparados para o impacto da COVID-19 em suas redes de fornecimento e 60% acreditavam que levaria mais de três meses para recuperar do impacto da crise.

"Esses novos dados ajudarão os líderes da cadeia de suprimentos a enfrentar seus maiores desafios, além de avançar com oportunidades estratégicas nos próximos meses", disse Le Ly, consultor da Egon Zehnder. "Desde a construção de culturas que adotam a mudança e a ambiguidade até a criação de um ambiente que permita aos CSCO trabalhar em estreita colaboração com outras unidades de negócios e avaliar possíveis líderes da cadeia de suprimentos, o futuro da cadeia de suprimentos nunca foi tão relevante."

Principais conclusões da pesquisa

O impacto da COVID-19 continuará afetando a cadeia de suprimentos nos próximos meses, mas os líderes continuam otimistas

-- Embora estivesse nos estágios iniciais no momento da pesquisa instantânea (março de 2020), 72% dos entrevistados acreditavam estar pelo menos moderadamente preparados para o impacto do vírus em suas redes de fornecimento.

-- Apenas 60% disseram acreditar que levaria mais de três meses para se recuperar do impacto da crise.

O Diretor da Cadeia de Suprimentos atual colabora com experiência e estratégia; no entanto, continua a guerra mundial por talentos

-- Dois terços dos entrevistados têm pelo menos 20 anos de experiência no setor. Esses líderes possuem um forte relacionamento com os executivos de alto nível e desempenham um papel fundamental na estratégia e experiência do cliente.

-- 53% dos entrevistados se reportam diretamente ao CEO e mais da metade (55%) gerencia equipes de pelo menos 1 mil pessoas.

-- No entanto, embora pouco menos da metade (44%) tenha dito que já identificou um possível sucessor em sua organização, eles expressaram mais ansiedade no que diz respeito à criação de equipes eficazes.

-- De fato, quase três quartos (72%) dos entrevistados disseram estar preocupados com o atual nível de habilidade das pessoas em sua organização e 79% estavam preocupados com sua capacidade de recrutar pessoas capazes de lidar com o crescente ritmo de mudança.

-- Essa preocupação era maior na Ásia, mesmo antes da COVID-19, onde 86% dos entrevistados se preocupavam em encontrar pessoas com esse tipo de flexibilidade, em comparação com os 78% das Américas e os 74% da Europa.

-- Os líderes da cadeia de suprimentos atuais estão pagando cada vez mais pelo talento (73%) e contratando especialistas em cadeia de suprimentos de fora de seus próprios setores, talvez por causa da escassez; 52% dos entrevistados dizem que estão fazendo isso no momento.

As únicas constantes dentro de uma cadeia de suprimentos atual é a mudança e a complexidade; flexibilidade e cultura são características-chave para futuros líderes

-- Os três principais desafios externos enfrentados pelos executivos da cadeia de suprimentos atual incluem pressões crescentes de custos (21%), incerteza econômica mundial (17%) e aumento da variabilidade da demanda (17%).

-- Embora isso tenha sido perguntado antes do início da COVID-19, que provavelmente teria mudado as respostas, a incerteza econômica mundial ficou em segundo lugar, ressaltando que esse problema não é novidade. As grandes empresas estão sentindo essa pressão de maneira ainda mais intensa, com 56% das grandes empresas situando-a entre os três principais problemas, em comparação com 30% das pequenas empresas.

-- Além disso, apenas 38% dos entrevistados concordaram ou concordaram fortemente que sua cadeia de suprimentos tinha recursos adequados para enfrentar desafios futuros - o que significa que 62% acham que não. As empresas com receitas entre US$ 3 bilhões e US$ 10 bilhões estavam particularmente preocupadas com esse problema, com apenas 27% concordando ou concordando fortemente

-- A crescente complexidade da própria cadeia de suprimentos surgiu em primeiro lugar ao identificar desafios internos, com quase metade dos CSCO dizendo que essa era um dos três principais problemas. Quando pedimos aos entrevistados que listassem os três maiores desafios internos, a escassez de talentos e a cultura organizacional ficaram em segundo e terceiro lugares, respectivamente.

A pesquisa, realizada no quarto trimestre de 2019, captura perspectivas de 235 CSCO de grandes empresas em vários setores, regiões geográficas (23 países) e estruturas corporativas. 82% dos entrevistados são os executivos de maior hierarquia em sua organização.

Para conferir as conclusões, acesse: https://www.egonzehnder.com/chain-reaction-2020-world-leadership-perspectives-supply-chain

Sobre a Egon Zehnder

A Egon Zehnder é a principal empresa mundial de consultoria em liderança, compartilhando um objetivo: ajudar as pessoas e as organizações a se transformarem através da liderança. Sabemos o que os grandes líderes podem fazer e nos encanta oferecer as melhores soluções para nossos clientes. Como empresa única, nossos mais de 500 consultores em 68 escritórios e 40 países ao redor do mundo combinam suas fortalezas individuais para formar uma poderosa equipe colaborativa. Estabelecemos uma parceria estreita com empresas públicas e privadas, empresas familiares e agências governamentais e sem fins lucrativos para fornecer uma série abrangente de serviços integrados: conselho consultivo, busca e sucessão de CEO, busca de executivos, avaliação de executivos, desenvolvimento de liderança e transformação organizacional.

Nossas soluções de liderança abrangem a eficácia individual, de equipe e organizacional, o desenvolvimento e a transformação cultural. Trabalhamos com parceiros de classe mundial, como são os casos da Sinequanon (SQN), uma empresa em que investimos que utiliza inteligência artificial e análises avançadas para melhorar a cultura e o desempenho no local de trabalho, e da Mobius Executive Leadership, uma empresa de desenvolvimento de liderança transformacional. Além disso, firmamos uma parceria com a Paradox Strategies, cofundada pela professora Linda Hill da Harvard University, para desenvolver o Quociente de Inovação (QI), um diagnóstico de cultura patenteado.

Nosso objetivo é que o trabalho que realizamos contribua para carreiras de sucesso, empresas mais fortes e um mundo melhor.

Para mais informações, acesse www.egonzehnder.com e siga-nos no LinkedIn e Twitter.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Ver a versão original em businesswire.com: https://www.businesswire.com/news/home/20200422005683/pt/

Jennifer Reingold Diretora Global de Conteúdo jennifer.reingold@egonzehnder.com Tel.: +1 212 519 6286

Stacy Drumtra Colíder de Marketing Global stacy.drumtra@egonzehnder.com Tel.: 1 312 805 6736

© 2020 Business Wire, Inc. Aviso: Este documento não é de autoria da AFP e a AFP não pode se responsabilizar por seu conteúdo. Para esclarecer qualquer dúvida sobre o conteúdo, por favor, contate as pessoas/empresas indicadas neste comunicado de imprensa.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade