Publicidade

Estado de Minas

Papa e Macron têm 'muitas convergências' sobre respostas à pandemia


postado em 21/04/2020 17:49

O presidente francês, Emmanuel Macron, e o papa Francisco constataram nesta terça-feira (21) que têm "muitas convergências" sobre as respostas à pandemia do novo coronavírus, particularmente sobre a redução da dívida dos países mais pobres, informou o Palácio do Eliseu.

Durante conversa de 45 minutos por telefone em espanhol e francês, o papa "elogiou as iniciativas construtivas" adotadas pela França em nível internacional desde o início da crise sanitária, segundo a Presidência francesa.

"Há muitas convergências na visão e nas respostas" sobre a "dívida dos países mais pobres", "a ajuda à África", a necessidade de uma "trégua e uma pausa humanitária nos conflitos" e a "necessidade de uma Europa solidária e unida", enumerou o comunicado francês.

Em sua mensagem de Páscoa, em 12 de abril, o papa propôs reduzir ou inclusive anular a dívida dos países pobres, uma demanda feita também por Macron, que pediu a liquidação da dívida dos países africanos para permitir-lhes destinar estes recursos para o enfrentamento da crise.

O papa também manifestou ao presidente Macron seu apoio na provação que vive a França, onde o coronavírus causou mais de 20.000 mortos.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade