Publicidade

Estado de Minas

Um grupo de 44 membros do Boko Haram encontrados mortos no Chade


postado em 18/04/2020 17:55

Um grupo de 44 membros do grupo extremista Boko Haram, que tinham sido capturados em uma operação militar no Chade, foram encontrados mortos na última quinta-feira, informou neste sábado (18) o procurador-geral, Youssouf Tom.

"Na quinta pela manhã, os carcereiros nos informaram que 44 prisioneiros tinham sido encontrados mortos em suas celas", situada em uma prisão próxima à capital, declarou o procurador na televisão nacional do país africano.

O grupo fazia parte dos "58 membros do Boko Haram que tinham sido capturados" em uma operação recente no lago Chade, informou.

"Enterramos os 40 corpos, e entregamos quatro para uma autópsia", acrescentou o procurador-geral.

"A conclusão dessa autópsia indica que foi consumida uma substância letal e iatrogênica (efeito danoso causado por um medicamento) que gerou um problema cardíaco em alguns casos e asfixia severa em outros", explicou.

A investigação continuará "para determinar a causa exata desse drama", indicou.

O exército chadiano tinha capturado esses homens durante uma grande operação militar ocorrida entre 31 de março e 8 de abril na região do lago Chade, após um sangrento ataque dos extremistas contra uma base militar no dia 23 de março.

Uma centena de soldados morreram nesse ataque do Boko Haram, o que levou ao presidente Idriss Déby Itno a ordenar a operação "Cólera de Bohoma", na qual morreram em combate, oficialmente, 52 soldados e mil extremistas.

Este grupo de combatentes do grupo radical islâmico que morreram em suas celas tinham que comparecer diante do juiz na própria quinta-feira em que faleceram.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade