Publicidade

Estado de Minas

Turquia rastreará doentes de COVID-19 usando seus celulares


postado em 09/04/2020 19:07

As autoridades turcas vão vigiar a circulação de pessoas que testaram positivo para o novo coronavírus e de seus familiares através de um aplicativo para celular, anunciou o governo nesta quinta-feira (9), em um momento em que se acelera a propagação da doença na Turquia.

Se uma pessoa doente ou que esteve em contato com um infectado deixar sua casa, receberá uma mensagem de texto e uma ligação telefônica automatizada, que lhe pedirá para voltar, informou a Presidência turca em um vídeo no qual apresentou a medida.

Em caso de descumprimento da medida, que deve entrar em vigor esta semana, ou de reincidência, a Polícia será alertada e serão impostas sanções, como multas.

A Presidência turca assegura que este acompanhamento será feito com respeito às leis relacionadas aos dados pessoais e que estes serão destruídos quando a epidemia terminar.

"Projetos similares desenvolvidos em outros países do mundo permitiram obter excelentes resultados na luta contra a COVID-19", destacou.

A Turquia tem mais de 42.000 casos do novo coronavírus e 908 falecidos, segundo o balanço desta quinta-feira.

Diante disso, o presidente Recep Tayyip Erdogan multiplicou as medidas de fechamento de locais e suspensão de voos.

As pessoas com mais de 65 anos, menores de 20 ou com doenças crônicas não podem sair, nem mesmo para fazer compras.

Opositores e médicos pedem um confinamento generalizado, o que Erdogan rejeita para não debilitar ainda mais a já frágil economia turca.

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade