Publicidade

Estado de Minas

China adia provas de acesso às universidades devido ao coronavírus


postado em 31/03/2020 06:25

A China anunciou nesta terça-feira que as provas de acesso às universidades devem acontecer no início de julho, um mês mais tarde que o previsto, devido à epidemia do novo coronavírus.

Quase 10 milhões de estudantes fazem anualmente o "gaokao", o exame de aceso às universidades. Numericamente é a maior prova do mundo. Os candidatos com as melhores notas conseguem entrar nas universidades de maior prestígio.

O fato de os exames serem realizados nos dias 7 e 8 de julho mostra que a situação da saúde na China volta gradualmente ao normal. Todos os centros de ensino, no entanto, estão fechados desde o início da epidemia em janeiro.

De acordo com o ministério da Educação, a província de Hubei, no centro do país, berço do novo coronavírus, e Pequim podem organizar os exames um pouco mais tarde, em função do cenário.

A pandemia infectou mais de 81.500 pessoas na China, segundo o balanço oficial, e provocou 3.305 mortes.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade