Publicidade

Estado de Minas

Coreia do Sul exportará kits de testes de coronavírus para EUA


postado em 28/03/2020 12:37

Três fabricantes sul-coreanos de kits de teste para coronavírus receberam aval para exportar para os Estados Unidos, informaram autoridades neste sábado.

As empresas obtiveram pré-aprovação sob autorização de uso emergencial da Administração de Medicamentos e Alimentos dos EUA, que permite a venda dos produtos nos Estados Unidos, segundo o Ministério das Relações Exteriores da Coreia do Sul, sem nomear as empresas.

Os EUA têm mais casos confirmados de coronavírus do que em qualquer outro lugar do mundo.

O presidente sul-coreano Moon Jae-in havia dito no início desta semana que seu colega dos EUA, Donald Trump, pediu kits de teste, embora a Casa Branca não tenha confirmado o pedido.

Moon disse que Trump prometeu ajudar os fabricantes sul-coreanos a obter aprovação regulatória.

Um fabricante sul-coreano de kits de testes disse à AFP esta semana que atualmente produz 350.000 testes por dia - quase o mesmo que o sul já usou em todo o surto até agora, e que a produção diária aumentará para um milhão no próximo mês.

A Coreia do Sul, que já foi o país mais atingido fora da China, parece ter controlado seu surto devido à sua enorme capacidade de "rastrear, testar e tratar".

O país testou mais de 380.000 pessoas em um processo gratuito para qualquer pessoa encaminhada por médicos ou para aqueles que tinham vínculos com um caso confirmado.

Um diagnóstico leva até seis horas e os resultados são liberados em um dia.

Mais de 50% dos 9.478 pacientes confirmados no país já se recuperaram graças a "testes agressivos e participação ativa no distanciamento social", disseram autoridades neste sábado.

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade