Publicidade

Estado de Minas

América Central aprova US$ 1,9 bi para enfrentar emergência fiscal por coronavírus


postado em 27/03/2020 19:13

Os países da América Central aprovaram um plano que aloca US$ 1,9 bilhão para mitigar a emergência fiscal devido à nova pandemia de coronavírus, informou o Sistema de Integração da América Central (Sica) em comunicado nesta quinta-feira.

O montante será usado para "fundos fiscais de emergência, apoio aos bancos centrais e um programa para dar liquidez aos bancos comerciais" nos países do istmo, detalhou o órgão regional.

Os fundos serão aportados pelo Banco Centro-Americano de Integração Econômica e incluem US$ 1 bilhão em apoio aos bancos centrais e US$ 550 milhões para a emergência fiscal.

Também US$ 350 milhões para um programa de liquidez para operações bancárias comerciais.

A iniciativa pretende "complementar os esforços nacionais para a prevenção, contenção e tratamento do Covid-19", afirmou o comunicado.

O secretário geral do Sica, Vinicio Cerezo, garantiu que as capacidades da região foram "postas à prova" com essa crise.

"Será preciso muito para avançar, com a esperança e a energia depositadas na reconstrução, em medidas inovadoras", afirmou.

Em questões comerciais, os signatários do Sica concordaram em manter "total liberdade de trânsito" para mercadorias e caminhões de carga.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade